PontoEmacsBásico

Básico do básico sobre .emacs.

Usando o 'customize'

O .emacs, localizado no diretório do usuário, é o arquivo de configuração do Emacs. Trata-se de um conjunto de expressões ELisp, geralmente definindo valores para variáveis.

A melhor maneira de começar é utilizando o comando ‘customize’ (’M-x customize RET) que apresenta todas as opções disponíveis de forma hierárquica. O buffer de customização é muito bem documentado e funciona através de hiperligações.

O botão ‘Salvar para futuras sessões’ escreve as modificações no .emacs como argumentos para a função ‘custom-set-variables’.

O código abaixo resulta da seleção de ‘Realce de sintaxe’ seguida de ‘Salvar opções’ no menu ‘Opções’:

 (custom-set-variables
   ;; custom-set-variables was added by Custom -- don't edit or cut/paste it!
   ;; Your init file should contain only one such instance.
   '(global-font-lock-mode t nil (font-lock)))

Alterando manualmente

Você poderia obter o mesmo efeito chamando a função ‘global-font-lock-mode’ em outra parte do .emacs com:

 (global-font-lock-mode)

Neste caso, o ‘M-x customize-variable RET global-font-lock-mode RET’ irá alertá-lo que essa opção foi modificada fora do buffer de customização.

Antes de tentar alterar o .emacs manualmente, recomendo a leitura da página info ‘Uma introdução à programação em Emacs Lisp’ (’An introduction to programming in Emacs Lisp’ - eintr.info).

Configurando teclas

Veja CategoriaTeclas para mais informações.

Exemplo

Boa sorte! --DeDaLu


CategoriaPontoEmacs