MapaDoSite

O EmacsWiki é dedicado a documentação e discussão do EmacsEXEmacs. Leia a DeclaraçãoDeObjetivo para maiores explicações.

Qualquer pessoa pode contribuir!

Esse sítio é produzido e mantido por pessoas interessadas no Emacs – incluindo você! Existe uma ligação Edite esta página no rodapé desta e de outras páginas. Sinta-se livre para adicionar novos materiais e/ou retrabalhar os já existentes. Entretanto, por favor, verifique DiscussãoMapaDoSite antes de editar este MapaDoSite e veja o ComoFazer (HowTo) para mais informações.

Aprendendo sobre Emacs

Ajuda:

Edição básica de texto no Emacs

Modos: edição e manipulação de vários formatos e tipos de ficheiros

Interação com programas externos e serviços remotos

Adaptar o Emacs ao teu ambiente

Programar em Emacs Lisp

Utilizadores em Português

Lista de utilizadores de EmacsWiki que escrevem em Português

Dúvida: Usa-se ecrã ou monitor, ficheiro ou arquivo, teu ou seu, controlo ou controle?

Enfim, qual Português é o usado nessas páginas: do Brasil, Portugal, Moçambique, etc.?

Usaremos a nova ortografia unificada da língua Portuguesa que talvez saia no final desse ano (2007)?

ViniciusJoseLatorre

Viva (passados dois anos…) Pessoalmente usava uma abordagem semelhante á da Wikipédia: quem escreve primeiro escolhe a norma. Não vale a pena tentar artificialmente mudar as palavras, em especial quando, mesmo não sendo usuais, são perfeitamente compreensíveis.
Respondendo mais concretamente, eu prefiro “monitor” a “ecrã” (usado cá), porque mesmo não sendo exactamente o mesmo sempre se evita um galicismo. Ficheiro ou arquivo é relativamente indiferente em Portugal, pelo que tanto me faz (adopta-se pois a regra de quem escreve primeiro). Controlo/controle é igualmente indiferente, até porque já vi ambas a serem usadas indiscriminadamente.
O Português a ser usado (e sejamos realistas, falamos essencialmente de duas normas, uma Brasileira e outra Portuguesa, que se aplica também a África mas onde a situação é bastante diferente) deverá ser o Português de quem escreve, quando muito evitando expressões que á partida se saibam ser excessivamente divergentes (o que é raro acontecer quando se adopta um registo escrito normal, não excessivamente coloquial).
Quanto á ortografia unificada, sim, acho que é boa ideia. Em abono da verdade não é algo que eu defenda de forma acérrima, mas ela existe e está aprovada. É difícil evitar consoantes mudas para quem está habituado, mas também não creio que seja por isso que o texto perca compreensão. Mais uma vez, creio que com bom senso se evita entrar em querelas desnecessárias sobre qual o Português a utilizar. – fsmunoz

CategoryEmacsWikiSite