NovatoNoEmacs

Nunca é tarde para começar!

Características do Emacs

Apesar de novato, você já deve saber que o Emacs é um editor de textos. Nós pensamos que é o melhor! A seguir, algumas características que nos fazem pensar assim:

Diríamos então que ele não é só um editor, mas uma plataforma computacional completa escondida sob uma fachada inocente. Alguns dos serviços adicionais para os quais ele é usado mais freqüentemente:

Comece pelo tutorial

O Emacs possui um ótimo tutorial, que pode ser acessado da seguinte forma:

Não se assuste. As seqüências de tecla podem variar dependendo do “meio” no qual você está (modo gráfico (X), console, emulação de terminal, ssh etc.) pois estes interpretam as teclas de formas diferentes. Pagamos um certo custo por programas tão portáteis, mas isso não vai influenciar tanto assim seu trabalho com o Emacs.

Para ler o tutorial em outras línguas [já existe em português?], use o comando ‘help-with-tutorial-spec-language’ (tecle ‘Escape’, depois ‘x’ e, então, digite).

Conceitos fundamentais

Os conceitos abaixo são fundamentais para a compreensão do manual do Emacs e já estão bem explicados no próprio manual (’C-h i’), exceto pelo jargão próprio do Emacs.

Notação

C-
pressionar e manter a tecla ‘Control’
M-
pressionar e manter a tecla ‘Alt’, ou pressionar a tecla ESC
DEL
tecla ‘Backspace’ (não a tecla ‘Delete’)
RET
tecla ‘Enter’ ou ‘Return’
SPC
barra de espaços
ESC
tecla ‘Escape’
TAB
tecla ‘Tab’

Uma combinação como ‘C-M-’ (ou ‘M-C-’) significa pressionar e manter ambas as teclas. A boa notícia é que ‘M-’ geralmente pode ser obtido com ESC (teclar, sem manter).

Jargão (Gíria)

[Preciso da ajuda do pessoal de Portugal: quais os termos mais comuns para vocês? No Brasil, vários são empregados em inglês mesmo; por isso alguns termos sem tradução imediata ou cuja tradução geraria uma frase não foram traduzidos.]

Termos em português:

Termo comumTermo no Emacs
seleçãoregião
cortarmatar
colaryank
janelaframe
atalhoseqüência de teclas

Termos em inglês, já que alguns mnemônicos são baseados neles:

Common TermEmacs Term
selectionregion
cutkill
pasteyank
windowframe
shortcutkey sequence

No Emacs:

Nota: itens de menu e ações de mouse algumas vezes também podem ser entendidos como seqüência de teclas. Se lhe for perguntada uma seqüência, você geralmente pode responder apontando um ítem de menu ou realizando uma ação com o mouse (ex. clicar MB1) em vez de usar o teclado.

Os termos “ponto” e “marca” são melhor discutidos na seção Região (Seleção). Para mais definições, ver CategoriaAjuda.

Abortando (Cancelando)

Você pode usar ‘C-g’ (ou ‘ESC ESC ESC’, mnemônico, mas não tão ágil) para abortar qualquer ação que tenha iniciado. Em alguns casos pode ser necessário repetir a seqüência. Se ainda assim não houver cancelamento, use ‘C-]’ ou o comando ‘top-level’.

Auto-completando (TAB)

É um bom momento para falar sobre a tecla TAB. Se você já utilizou o Bash, sabe o quão útil esta tecla é. Ela completa (e lhe dá alternativas caso não consiga) o que você começou a digitar no buffer em miniatura.

TAB é especialmente útil quando digitamos comandos, quando queremos abrir um arquivo e quando queremos obter ajuda para uma função ou variável, como veremos abaixo.

Abrindo e salvando

Seria bom abrir ou criar um arquivo, não é? Para abrir um arquivo, use ‘C-x C-f’ e digite o nome do arquivo (lembre-se: TAB). Se o arquivo não existir, ele será criado.

Importante: Acostume-se a criar o arquivo antes de editá-lo (não use o ‘scratch’) para beneficiar-se do salvamento automático.

Para salvar o arquivo, use ‘C-x C-s’. Para salvá-lo com outro nome, ‘C-x C-w’. E para fechar o arquivo (matar o buffer), ‘C-x k’.

Algumas dicas para memorizar as seqüências de teclas

Cansou-se de tanto ‘C-x’? Pois é, existe uma lógica nas seqüências de tecla do Emacs. Ela é:

C-[uma tecla]
as operações mais comuns, como procurar ‘C-s’, por exemplo, são fáceis de lembrar.
C-x [tecla]
aquelas operações comuns, mas que não fazemos toda hora, como salvar todos os arquivos ‘C-x s’ (no Emacs não é necessário salvar tanto quanto em outros editores :)).
C-x [tecla][tecla][tecla]
como você poderia esperar, aquelas menos comuns, como ‘C-x 4 C-f’, que abre um arquivo em outra janela.
C-c [tecla]
operações relacionadas ao modo atual do buffer.

Com tal esquema em mente, fica fácil usar os dois comandos de ajuda relacionados a teclas, que descrevemos a seguir.

Obtendo ajuda

A ajuda do Emacs é sensacional! Habitue-se a ela e nada mais será segredo para você. Há, inclusive, uma ajuda para a ajuda, ‘C-h C-h’, com o mesmo tipo de informação que segue. Lembramos que existem diversas opções no menu Ajuda, inclusive um FAQ.

Comandos úteis:

C-h k (ou ‘M-x describe-key’)
descreve a seqüência de teclas (que também pode ser uma operação de mouse ou menu).
[início da seqüência] C-h
lista todas as seqüências que começam como você indicou; teste ‘C-x C-h’.
C-h w (’where-is’)
faz o oposto, descreve qual seqüência de teclas pode ser usada para executar o comando.
C-h f (’describe-function’)
descreve uma função (lembre-se da tecla TAB).
C-h v (’describe-variable’)
descreve uma variável e se ela for personalizável, exibe um atalho para que você o faça.
C-h m (’describe-mode’)
descreve o modo do buffer atual, incluindo definições de teclas, comandos e outras informações importantes.

E comandos que considero poderosos!

C-h a (’apropos’)
lista todos os comandos cujo nome possui o texto que você digitar.
C-h i (’info’)
abre uma interface para os manuais info do seu sistema, dentre os quais está o do Emacs. Use o recém aprendido ‘C-h m’ para conhecer as teclas usadas para navegar ou use o menu ‘Info’.

Voltando ao assunto da memorização… você já deve ter percebido que todos os comandos de ajuda começam com ‘C-h’ ;).

Desfazer

Use ‘C-_’ ou ‘C-/’ para desfazer. Veja CategoriaAnular para maiores informações.

Procurar e substituir

Use ‘C-s’ para procurar e ‘M-%’ para substituir. ‘C-M-s’ para procurar usando expressões regulares e ‘M-C-%’ para substituir usando expressões regulares. Mais em CategoriaRegexp.

Região (Selecionar)

Use ‘C-barra de espaços’ para marcar o início e as setas do teclado para selecionar ou simplesmente arraste o mouse enquanto pressiona MB1.

Uma região é o espaço entre a marca inicial (’C-barra’) e o cursor do texto; ou seja, movendo o cursor de texto você aumenta ou reduz a região selecionada. ‘C-x C-x’ intercambeia a marca pelo cursor, algo útil em dois casos:

  1. quando você não vê a seleção (em alguns terminais, por exemplo) e
  2. quando você quer ampliar a seleção para o outro lado sem começá-la novamente.

Por onde continuar?

A melhor forma de aprender Emacs é usando. Ele é tão poderoso que seria estafante ler todo o manual (manual != tutorial). O melhor é usá-lo, ter dúvidas e tentar saná-las usando as inúmeras opções de ajuda.

Se você gosta de aventuras, não há lugar melhor que o menu ‘Opções’. Melhor ainda: ‘Opções’ > ‘Customize Emacs’ (ver CategoriaPontoEmacs).

Boa sorte. – DeDaLu


CategoriaAjuda